Vamos falar a verdade!

 

Na atualidade, com tantas mentiras que ouvimos das pessoas e outras tantas que lemos e assistimos, estamos nos acostumando com a mentira e abandonando a verdade. Com isso, os nossos relacionamentos estão sendo destruídos.

Ou muitos não sabem, ou não querem saber, é que a mentira mata, pois ela é a morte em vida. Ela mata porque traz consigo a desconfiança, diferente da verdade que traz a confiança, a base de um relacionamento sadio. Em linhas gerais, ninguém confia em uma pessoa mentirosa, logo, onde existe a mentira não existe o relacionamento.

Agora pensemos: O que juramos no altar no momento do casamento? Juramos ser fiéis até a morte, seja na tristeza ou na alegria, na bonança ou na falta. E muitos, sem se darem conta, transformaram os seus votos em uma grande mentira, já que lhes falta a fidelidade em seus relacionamentos.

Quem age desta maneira não está considerando que a mentira é a causa da destruição da humanidade. Logo, somente a verdade pode mudar qualquer situação, pois a verdade é o remédio que Deus trouxe ao mundo para nos libertar da mentira e dos seus efeitos. Este foi o discurso de Jesus em João 8:32 “E conhecerão a verdade, e a verdade os libertará”. Neste caso, conhecer a verdade significa praticá-la e se beneficiar do seu poder de cura.

A mentira, no entanto, aprisiona e mata, porque quem mente pertence ao diabo. É o que fica claro nas palavras de Jesus em (João 8:44): “Vocês pertencem ao pai de vocês, o diabo, e querem realizar o desejo dele. Ele foi homicida desde o princípio e não se apegou à verdade, pois não há verdade nele. Quando mente, fala a sua própria língua, pois é mentiroso e pai da mentira”.

Para Jesus quem pratica a mentira é filho do diabo e por isso tal pessoa encontra a morte, enquanto quem fala a verdade é filho de Deus, que por sua vez, encontra a cura e a vida. Sabedor disso, Paulo nos aconselha em Efésios 4.25: “Portanto, cada um de vocês deve abandonar a mentira e falar a verdade ao seu próximo, pois todos somos membros de um mesmo corpo.

Agora, reflita comigo: Quantos relacionamentos você conhece que foram destruídos por causa da mentira? E quantos estão sadios por causa da verdade? Assim, quantos problemas seriam evitados se as pessoas abandonassem a mentira e falassem a verdade umas com as outras?

Bem diziam os antigos: “a mentira tem as pernas curtas”. Portanto, quem mente não vai muito longe com suas mentiras, pois a verdade sempre aparece. Esta é a advertência em Provérbios 12.19 que diz: “Os lábios que dizem a verdade permanecem para sempre, mas a língua mentirosa dura apenas um instante”.

Por isso, eu espero que todos tomem consciência de que a mentira deve ser abandonada e a verdade adotada em seus relacionamentos. Que esta mensagem nos faça refletir sobre a seguinte questão: os nossos relacionamentos estão sendo construídos sobre a rocha da verdade ou na areia movediça da mentira?

Pense nisso!

Nelson Costa.